Os consumidores sergipanos terão a partir de fevereiro a opção de exigir que o cupom fiscal de venda no varejo seja emitido eletronicamente, sem a necessidade de impressão em folha de papel. A novidade, colocada em prática pela Secretaria de Estado da Fazenda por meio do projeto piloto Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor (NFC-e), pode ser acessada através de celular, tablet ou até mesmo email, conforme o desejo do consumidor.

O projeto da NFC-e é inovador e pioneiro no país, liderado pelo Estado de Sergipe em conjunto com o Estado do Rio Grande do Sul, e propõe a redução dos gastos com equipamentos e software, permitindo o acesso ao documento fiscal com mais praticidade e de forma instantânea sem emissão de papel. Para o contribuinte, além da redução de custos o projeto da Nota Fiscal Eletrônica do Consumidor proporciona a simplificação das obrigações acessórias, inovando no processo de armazenamento, guarda e transferência da memória de movimentação comercial para a Sefaz.

Como se trata de um projeto piloto, a NFC-e será utilizada em algumas lojas do comércio estadual, em empresas que por iniciativa própria se engajaram no projeto experimental.

Fonte: SEFAZ SE