Uma ação que visa estimular investimentos e aumentar a competitividade das empresasipva3 sergipanas ou sediadas em Sergipe. Essa foi a perspectiva que norteou uma medida assinada pelo governador Jackson Barreto, ao reduzir a alíquota do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2% para 1% na aquisição de novos veículos por empresas de locação e que já vem promovendo o prenúncio de bons negócios no segmento.

A medida, que passa a vigorar oficialmente em janeiro de 2015, busca fortalecer a atuação do setor, que está intimamente ligado à atividade turística e segmentos empresariais. “Essa é uma medida que fortalece as empresas do mercado sergipano, reduzindo seus custos operacionais e dinamizando a competitividade com empresas de outros estados que também atuam aqui”, observa o secretário de Estado da Fazenda, Jeferson Passos.

Conforme o secretário, a medida também estimulará que novos investimentos sejam realizados no setor e até a própria atração de novas empresas para o segmento.

Para os observadores mais atentos, o fato da maioria dos veículos de locadoras terem placas de outros estados sempre chamou a atenção. E, na maioria dos casos, isto se devia justamente a essa busca por uma melhor condição oferecida lá fora, que agora também passa a ser oferecida em Sergipe. A partir do próximo ano, a tendência é que as locadoras passem a adquirir e emplacar os veículos aqui no Estado.

Perspectivas

Para o empresário Daniel Hardman, sócio gerente da Loc Empreendimentos, uma das maiores empresas locais do ramo de locação, de imediato, a medida promoverá uma significativa redução de custos. “Esta foi uma medida excelente para empresas que, como nós, mesmo com a alíquota anterior, decidimos adquirir nossos veículos aqui mesmo no estado. Isto vai representar, inicialmente, uma economia de aproximadamente R$ 40 mil ao mês”, apontou o empresário.

“Essa é uma vantagem competitiva considerável para uma empresa como a nossa, com uma frota de 800 carros. Isso se revela como um grande estímulo para que continuemos investindo no crescente mercado sergipano”, afirma Hardman, que possui cerca de 100 funcionários atuando diretamente na atividade de locação, além de mais 200 em outros dois ramos de atuação da empresa.

Essa perspectiva positiva também é compartilhada pelo empresário Antonesco Neto, da RN Rent a Car, também genuinamente sergipana, e que atua no segmento há cerca de dois anos. “Temos uma expectativa muito positiva para 2015 e nesse sentido fizemos investimentos para acompanhar a crescente demanda”, diz Antonesco, ao apontar o segmento empresarial como o foco principal de atuação de sua empresa.

“Com a chegada de novas grandes empresas e a atração de grandes investimentos para Sergipe nos próximos anos, nós esperamos que o mercado de locação se aqueça e essa medida vem estimular ainda mais que novos investimentos sejam feitos, afinal, todos os empresários buscam reduzir seus custos operacionais para competir melhor no mercado”, avalia.

Pacote de Medidas

Junto com essa medida direcionada especificamente ao mercado de locação de veículos, o governo também anunciou um “pacote de medidas” que visa reduzir a tributação para micro e pequenas empresas, atrair a instalação de novos centros de distribuição e eliminar a cobrança de ICMS para as compras governamentais. O grande objetivo é estimular os investimentos e promover a geração de emprego e renda para a população sergipana.

Fonte: Sefaz SE