Concessionária Auto Raposo Tavares estima que irá investir nas obras cerca de R$ 314 milhões

A Washington Luiz segue na direção noroeste cruzando 19 municípios e mostra porque o estado está bem no que se refere a rodovias

BRASÍLIA – O Ministério dos Transportes aprovou o enquadramento de projeto de investimento da Concessionária Auto Raposo Tavares no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), que suspende a exigência de PIS/Cofins, PIS-Importação e Cofins-Importação incidentes sobre projetos e serviços de empresas que atuam com obras de infraestrutura em rodovias, além de portos, hidrovias, aeroportos, saneamento básico, energia e irrigação.

Com a decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU), a empresa obterá suspensão de R$ R$ 11,081 milhões em tributos para a realização de obras de melhoria no Corredor Raposo Tavares, que abrange as rodovias SP-270, SP-225 e SP-327, todas no Estado de São Paulo. A empresa estima que irá investir nas obras cerca de R$ 314 milhões.

Fonte: Estadão via DCI.