Em vigor desde o ano passado, a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), vem registrando aumento de adesão, independentemente da obrigatoriedade, conforme avaliação da Gerência de Informações Econômico-Fiscais (Gief) da Secretaria da Fazenda (Sefaz). No mês de maio passado, a quantidade de NFC-e atingiu  13 milhões de 65 milhões. Em abril foram emitidas 11 milhões de NFC-e. Um total de 65 milhões de notas foram emitidas desde o início do programa, em 2016.

O coordenador de Documentários Fiscais Antônio Godói observa que o crescimento de adesões da nova modalidade de emissão de nota fiscal eletrônico para alguns setores do varejo se deve às facilidades proporcionadas aos contribuintes na hora de emitir o documento. “Houve boa aceitação da NFC-e”, destaca Godói.

Atualmente apenas os postos de combustíveis estão obrigados a emitirem a nota fiscal eletrônica do consumidor. A partir de julho próximo inicia-se a exigência para o contribuinte do regime normal de emissão de NFC-e.

Fonte: SEFAZ GO