A Secretaria da Fazenda de São Paulo ampliou a exigência de emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) para os contribuintes do Simples Nacional. A partir de 1º de outubro, as 300 mil microempresas e empresas de pequeno porte no Estado de São Paulo não poderão mais emitir a nota fiscal em papel.

Os contribuintes registrados como Microempreendedor Individual (MEI) ainda não estão incluídos nessa exigência.

Quem tiver dúvidas sobre como se adequar à exigência, pode procurar o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), que disponibiliza o emissor gratuito de NF-e desenvolvido pela Fazenda.

Fonte: Veja