O governo do Estado prorrogou até 31 de janeiro de 2020 a validade de decreto sobre a apuração e o pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) incidente sobre as operações de importação de gás natural. O prazo terminava nesta quinta-feira, 31 de janeiro de 2019.

A nova redação do artigo 6º do Decreto 14.720 foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado, assinado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

“As disposições deste decreto, a contar da data de sua publicação, produzem efeitos em relação aos desembaraços decorrentes das operações de importações de gás natural ocorridos no período de 1º de maio de 2017 a 31 de janeiro de 2020”.

O gás natural é vendido como alternativa mais econômica para indústrias e o fato de Mato Grosso do Sul ter a rede de abastecimento em expansão funciona como atrativo para novas fábricas se instalarem.

Fonte: Campo Grande News

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.