Mais de 900 toneladas de grãos, principalmente milho e soja, sem notas fiscais ou com notas fiscais inidôneas, foram autuadas pela Secretaria da Economia na Operação Grãos, realizada durante dois dias da semana, 27 e 28 de fevereiro, nas divisas de Goiás com os Estados vizinhos. O trabalho foi feito para combater a evasão fiscal, que cresce na época da safra agrícola. Os autos atingiram R$ 240 mil, entre ICMS sonegado e multas. Agora, a Secretaria vai tentar identificar os responsáveis pelas remessas irregulares.

O gerente de Arrecadação e Fiscalização, Luciano Pessoa, explica que foram lavrados aproximadamente 50 autos de infração e que a maioria foi paga na hora. “A fiscalização de mercadorias em trânsito é efetiva por aumentar a percepção de risco do sonegador”, diz. O trabalho foi feito por 25 auditores fiscais e 30 servidores do apoio fazendário, além de mais de 40 militares do Batalhão Fazendário da Polícia Militar.

As cargas irregulares foram encontradas em vários locais e regiões do Estado. No Posto JK, em Itumbiara, na divisa com Minas Gerais, e em Porangatu, divisa com Tocantins, o trabalho foi intenso. O controle também atingiu as divisas da Bahia, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul, por onde entram e saem mercadorias que abastecem o Estado ou seguem para outros destinos.

A operação autuou cargas de sucatas, colchões, confecção e até o transporte clandestino de passageiros, além dos grãos. A base de cálculo das mercadorias autuadas foi estimada em R$ 923 mil.

Fonte: SEFAZ GO

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.