O presidente Jair Bolsonaro (PSL), em viagem oficial ao Chile, trocou neste sábado (23) uma série de farpas com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a articulação política da reforma da Previdência.

Bolsonaro voltou a criticar a “velha política”. Após uma cobrança de Maia, o presidente disse que a responsabilidade para a aprovação das mudanças nas regras das aposentadorias e pensões agora está com o Congresso.

O presidente respondeu às declarações de Maia, que tem criticado a posição do governo diante da reforma.

Bolsonaro falou três vezes sobre o impasse político durante visita a Santiago. Ele comentou o tema em café da manhã com empresários, em discurso ao lado do presidente Sebastián Piñera e em rápida entrevista coletiva.

“Os atritos que acontecem no momento, mesmo eu estando calado e fora do Brasil, acontecem na política porque alguns, não são todos, não querem largar a velha política”, afirmou Bolsonaro.

Em Brasília, ainda pela manhã deste sábado, Maia disse que o presidente precisa mostrar o que é a “nova política”. Ele afirmou também que Bolsonaro deveria assumir responsabilidades e não terceirizar a articulação política.

Para Bolsonaro, a reforma da Previdência não é uma questão de governo, mas de Estado. “A responsabilidade no momento está com o Parlamento brasileiro. Eu confio na maioria dos parlamentares”, afirmou.

Sobre as críticas do presidente da Câmara, Bolsonaro disse não entender o tom agressivo.

“Nunca o critiquei, eu não sei por que ele de repente está se comportando dessa forma um tanto quanto agressiva no tocante à minha pessoa.”

“Agora, o que é articulação? O que é que está faltando eu fazer? O que foi feito no passado não deu certo e não seguirei o mesmo destino de ex-presidentes, pode ter certeza disso.”

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Michel Temer (MDB) estão presos. O petista foi condenado na Lava Jato, e o emedebista está em preventiva.

“Eu até perdoo o Rodrigo Maia pela situação pessoal que ele está vivendo. O Brasil está acima dos meus interesses e do dele. O Brasil em primeiro lugar”, disse Bolsonaro.

Maia é casado com a enteada de Moreira Franco (MDB), ex-ministro de Temer e ex-governador do Rio, que também foi preso nesta semana por ordem do juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio.

Fonte: Folha de S. Paulo

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.