Consumidor pode pagar até 69% de tributo na bebida; ovos de chocolate tem 38,53% de impostos
O vinho é o produto com o maior taxa de imposto entre os itens vendidos no período de Páscoa, de acordo com levantamento da carga tributária feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e divulgado nesta segunda-feira (15).
Os dados mostram que no vinho importado, a tributação representa 69,73% do valor cobrado. Por exemplo, por uma garrafa de vinho de R$ 150 o brasileiro desembolsa R$ 45,40 pelo produto e mais R$ 104,60 em tributos. Já o vinho nacional tem carga um pouco menor, 54,73%.

A associação também avaliou os impostos sobre outros produtos, como o o ovo de Páscoa de R$ 40, onde o consumidor paga R$ 24,58 efetivamente pelo produto e mais R$ 15,42 em impostos ? a carga tributária do ovo é de 38,53% do preço final.

Já para quem for viajar no feriado, poderá pagar 36,28% de imposto sobre pacotes de viagens. As passagens aérea e terrestre (ônibus) têm 22,32% de carga tributária.

O consumidor que decidir cozinhar pagará 43,78% de imposto no bacalhau. E o que almoçará fora vai arcar com 32,31% de tributos.

De acordo com a associação, em 2018, os impostos representaram 33,58% do PIB (Produto Interno Bruto), segundo o Tesouro Nacional.

Fonte: Destak SP

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.