O Uhuu, e-commerce de ingressos pertencente à plataforma de aplicativos 4all, pode estar de saída de Porto Alegre devido a um problema de enquadramento tributário.

Quem levantou o assunto foi o jornalista Felipe Vieira, que publicou uma nota sobre o tema em seu blog.

De acordo com Vieira, o problema seria tributário. Em Porto Alegre, a empresa paga uma alíquota de 5% de um imposto não especificado, por ser considerada uma empresa de corretagem, enquanto em outras cidades pagaria 2%, como uma empresa de tecnologia.

Provavelmente, Vieira se refere ao ISSQN, um imposto em nível municipal cuja alíquota mínima é de 2%.

Procurada pela reportagem do Baguete, a 4all disse que “efetivamente encontra-se em negociações com o município de Porto Alegre”, mas somente irá se pronunciar após a conclusão das mesmas.

Vieira não chega a dizer para onde, nem quando a Uhuu estaria de mudança, apenas que a “decisão está tomada” e que a empresa está avaliando opções.A Uhuu teria 70 funcionários, com previsão de contratar outros 60 até o final do ano.

A saída da Uhuu, como bem nota Vieira em seu post, seria uma certa dose de água fria na mobilização do Pacto Alegre, uma iniciativa liderada por PUC-RS, Unisinos e UFRGS que busca justamente criar na cidade condições para atrair empresas inovadoras como a Uhuu.

A 4all é um conjunto de nove empresas de pagamentos e mobilidade, que recentemente transferiu sua operação para o Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS em Porto Alegre.

No começo de abril, a empresa divulgou que tinha 250 funcionários no total.

O grupo inclui uma empresa chamada Fintech, focada no setor financeiro; outra chamada Martech, focada em análise de dados de clientes; a Compontos, agregador de programas de fidelidade e a Retailtech, focada em varejo.

“Uhuu e Fintech já figuram como grandes empresas nacionais em seus segmentos. No horizonte de dois a três anos esperamos que algumas destas empresas também se transformem em unicórnios”, afirmou José Renato Hopf, CEO da 4all, quando do anúncio da transferência para o Tecnopuc.

A 4all, foi criada no final de 2016 por Hopf, fundador da GetNet, uma companhia de máquinas de cartão vendida para o Santander.

O approach inicial da 4all era no focado no público B2C com metas de atingir uma massa de milhares de usuários em um espaço relativamente curto de tempo.

A empresa teve muita visibilidade nos seus primeiros meses de atuação, principalmente no Rio Grande do Sul, para depois submergir e voltar com um foco mais B2B, visando “ajudar companhias na sua transformação digital”.

O Uhuu é o negócio mais B2C que ainda está na estrutura do grupo.

Fonte: Baguete

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.