A Superintendência de Controle e Fiscalização da Secretaria da Economia e as doze delegacias regionais da Secretaria da Economia, com apoio do Batalhão Fazendário, realizaram hoje, em todo o Estado, a segunda fase da Operação Carne Legal. 15 frigoríficos foram vistoriados e, ao todo, quatro estabelecimentos da Grande Goiânia e de Rialma apresentaram irregularidades fiscais, com comercialização de carne bovina desacobertada de nota fiscal.

Em Senador Canedo, Nova Veneza e Goiânia, auditores fiscais e equipe do apoio fazendário flagraram 141 cabeças de gado de corte já abatidos e na câmara fria sem documento fiscal. Entre ICMS e multa, os proprietários dos frigoríficos foram autuados em R$ 48 mil. Em Rialma, um frigorífico apresentou 34 cabeças de gado desacobertadas de nota fiscal, com autuação, entre ICMS e multa de R$ 40 mil.

Operação Carne Legal

A primeira fase da operação foi realizada no último dia 11 de abril, com autuação de doze frigoríficos e Goiás que compram gado sem nota fiscal e, portanto, sem o devido recolhimento de ICMS. Na ocasião, o O valor previsto do ICMS sonegado mais a multa foi superior a R$ 570 mil.

Fonte: SEFAZ GO

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.