A exemplo do que acontece em outros estados, o programa Nota MT busca estimular os consumidores de Mato Grosso a solicitarem o CPF na nota fiscal no momento da compra.

No estado, o programa permite ao cidadão acumular bilhetes para participar de sorteios com prêmios de até R$ 50 mil.

Os dados são obrigatórios para prosseguir o cadastro e estão protegidos sob sigilo.

Para finalizar o cadastro, é necessário aceitar os termos e condições do programa e escolher uma entidade filantrópica que será beneficiada, caso a pessoa seja sorteada. A instituição indicada receberá 20% sobre o valor de cada prêmio.

Cada nota fiscal emitida com o CPF vai gerar dois bilhetes, um para o sorteio mensal e outro para o sorteio especial, que vai acontecer em datas comemorativas.

Segundo o governo estadual, até o final deste ano mais de cinco mil consumidores mato-grossenses serão contemplados nos sorteios da Nota MT. Lembrando que o processo acontece de forma eletrônica, com base na extração da Loteria Federal.

Fonte: EBC