Auditores da Receita Estadual apreenderam nesta terça-feira, 25, em Vera Cruz, documentos e computadores em uma empresa investigada por sonegação fiscal. A suspeita é de que o valor possa chegar a R$ 8 milhões.

Conforme o delegado da 7ª Delegacia da Receita Estadual, com sede em Santa Cruz do Sul, Luiz Wickert, a suspeita recai sobre dois tipos de sonegação fiscal. Um deles ocorre quando a empresa suspeita de sonegar subfatura notas fiscais. Vende pelo valor correto, mas registra um valor menor nos documentos, para pagar menos imposto. O outro método é chamado de pulverização fiscal, quando se criam várias empresas para dividir o faturamento e reduzir o valor do imposto pago.

Auditores fiscais do Estado realizaram na manhã desta terça a busca e apreensão de documentos em papel e arquivos digitais para perícia. Essa análise pode levar até cinco meses, dependendo da quantidade de dados que precisa ser comparada.

A Receita Estadual não divulgou o nome, nem o ramo de atuação da empresa. Segundo o órgão, como a investigação ocorre em cima de uma suspeita, o fisco estadual não pode divulgar informações referentes à investigada.

Fonte: Gazeta do Sul

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.