A Receita Estadual realizou nova operação ostensiva de fiscalização para combater a sonegação na Região Metropolitana de Porto Alegre. Os estabelecimentos alvo da ação de busca e apreensão pertencem a empresas que atuam no ramo industrial de transformação de plástico.

Com base em provas e documentos obtidos serão realizados trabalhos de auditoria fiscal com análise aprofundada de cerca de R$ 90 milhões em operações sujeitas à incidência do ICMS.

A iniciativa foi coordenada pela Delegacia da Receita Estadual de Canoas (2ª DRE) e contou com a participação de 12 auditores fiscais, três técnicos tributários e um policial militar.

Por meio de diversas operações deflagradas, a Receita Estadual vem intensificando a realização de ações setoriais na economia, dentre as quais destaca-se o setor de transformação de plástico.

O objetivo, segundo Carlos Tocchetto, delegado da 2ª DRE, é garantir tratamento isonômico a todas empresas que compõem o setor. “Essas ações não visam somente buscar, através do combate ao ilícito tributário, recursos financeiros para o Estado, mas principalmente combater a concorrência desleal entre empresas, regulando a economia”, afirma.

Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.