Nove carretas carregadas de milho, contendo no total mais de 330 mil quilos do produto em grãos, foram apreendidas e tiveram suas cargas autuadas por falta de notas fiscais. As cargas saíram de várias lavouras de Goiás com destino a outros Estados, especialmente Minas Gerais e São Paulo. “Os comandos volantes da Delegacia Regional de Fiscalização de Itumbiara estão atentos pois a safra de milho começou e não pode sair do Estado sem documentação fiscal”, afirma o delegado fiscal José Fernando Costa.

A carga foi apreendida na BR-153, no posto JK, na divisa de Goiás com Minas Gerais. A maioria estava sem documentação fiscal, mas alguns caminhões tinham notas fiscais inidôneas. A operação vai continuar neste mês e atingirá todos os produtos primários, não apenas o milho, que saem do Estado.

A base de cálculo da carga de milho foi estimada em R$ 250 mil pelo fisco estadual. Os autos lavrados atingiram R$ 42 mil. O último foi quitado na sexta-feira (10/1).

Fonte: SEFAZ GO

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.