As principais linhas propostas pela Reforma Tributária do Estado foram tratadas em evento do Conselho Regional de Contabilidade do RS (CRCRS) nesta quarta-feira (5). A presidente da entidade, Ana Tércia Rodrigues, e o vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRCRS, Márcio Schuch Silveira, coordenaram reunião virtual com associados, que contou com a presença do secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, e com o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira.

Ana Tércia abriu o evento “CRC com Você” explicando que o tema é de grande relevância para o Estado e para a classe contábil e por isso a entidade solicitou a reunião com os representantes do Executivo para melhor detalhamento, como por exemplo das ações “voltadas ao desenvolvimento do Estado e que auxiliem para reduzir a sonegação e trabalhar com o conceito de justiça tributária”.

Marco Aurelio disse que o governo não está preocupado apenas com o curto prazo e que “todos os temas da Reforma têm um olhar estruturante, observando aspectos que hoje atrapalham o desenvolvimento do Estado e que podem ser melhorados”. Segundo ele, em seu conjunto, a Reforma procura atingir diferentes objetivos e ter foco numa tributação mais voltada à competividade do que ao cunho meramente arrecadatório, promovendo mais justiça tributária e equilíbrio fiscal.

O subsecretário da Receita Estadual destacou o diálogo na construção do projeto, ressaltando que muitas iniciativas da Reforma são fruto de demandas apresentadas por diversas entidades nos últimos anos, como o próprio CRC. “Há medidas voltadas à simplificação, com modernização da tributação, como nas iniciativas do programa Receita 2030. Para quem trabalha no dia a dia das empresas, essa simplificação é importante para trazer maior tranquilidade para os gestores das áreas e para evitar riscos e passivos fiscais como ocorre em todo o país pela complexidade do sistema”, avaliou Ricardo Neves Pereira.

Nos últimos dias, o governo do Estado tem realizado uma série de encontros para explicar os principais pontos da Reforma que deve ser encaminhada à Assembleia nos próximos dias, além de recolher sugestões de entidades de classe e empresariais.

Fonte: SEFAZ RS

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.