A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro, através da Escola Fazendária (Efaz), reforça a importância das secretarias de Fazenda ou órgãos equivalentes das cidades fluminenses responderem o Diagnóstico de Avaliação dos Municípios em Relação às Ações de Educação Fiscal.

A Efaz esclarece que o documento visa coletar informações para o desenvolvimento do Programa de Educação Fiscal em cada uma das cidades do Estado do Rio, possibilitando o planejamento de medidas de implementação e fortelecimento do Programa Nacional de Educação Fiscal.

“É importante que todas as secretarias municipais de Fazenda ou órgãos equivalentes respondam ao formulário e remetam, em seguida, à Escola Fazendária. Isso porque o Projeto Gefe Itinerante pretende incentivar a criação de grupos de Educação Fiscal nas cidades do Estado do Rio”, destaca Rosângela Dias, diretora da Efaz-RJ e coordenadora estadual do Gefe-RJ.

Na segunda fase do Projeto Gefe Itinerante, que ocorre no primeiro semestre deste ano, estão previstas palestras e exibições de vídeos sobre a importância da implementação e formalização do Programa de Educação Fiscal. Haverá ainda oficinas para a troca de experiências entre os agentes públicos de cada município do Estado do Rio.

Fonte: Sefaz-RJ

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.