O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) participou de uma reunião com o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Wagner Vilas Boas de Souza, na manhã desta quinta-feira (7), em Brasília (DF). Entre os assuntos abordados no encontro estavam a alteração da Resolução CNE/CES n.º 10/2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Ciências Contábeis, bacharelado, e a realização da primeira edição do Conexão Contábil Nordeste. Na oportunidade, o CFC também convidou o secretário para compor a mesa de honra desse evento, bem como ministrar a palestra de abertura.

No encontro, o presidente do CFC, Aécio Prado Dantas Júnior, explicou ao secretário que o Conselho tem realizado uma mobilização nacional para desenvolver e apresentar ao ministério uma proposta de alteração da Resolução CNE/CES n.º 10, de 16 de dezembro de 2004. Segundo o contador, a construção da minuta que será apresentada ao MEC conta com o envolvimento e a colaboração das Academias Nacional e Estaduais de Ciências Contábeis, dos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs), de professores e de Instituições de Ensino Superior (IES) da área contábil. A proposta da autarquia é ouvir os profissionais da contabilidade que estão no mercado e aqueles que estão na academia, assim como os contadores jovens. “Queremos fazer algo bem diferente e bem democrático, em que a gente possa construir um documento robusto que realmente reflita os anseios da profissão não apenas para hoje, mas principalmente para o que pensamos de nossa profissão no futuro”, disse.

A presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon) e ex-presidente do CFC, Maria Clara Cavalcante Bugarim, foi nomeada a coordenadora nacional da comissão do CFC que fará esse trabalho. A contadora traçou um panorama de como será o levantamento das informações para elaboração das propostas de mudanças curriculares. “Nós estamos, hoje e amanhã [7 e 8 de abril], em Brasília trabalhando o início de uma proposta. Já fizemos uma reunião nacional com todos os presidentes das 24 Academias de Ciências Contábeis. O presidente Aécio trouxe os presidentes do 27 Conselhos Regionais e a ideia é fazermos uma audiência pública por estado da Federação”, contou. Bugarim esclareceu que em cada estado será iniciada uma audiência pública, na qual pretende-se reunir as contribuições de docentes, de estudantes e de profissionais de que atuam no mercado. A reunião dessas informações será organizada em um documento entregue ao MEC ainda este ano.

Dando continuidade, Aécio Dantas falou sobre o evento Conexão Contábil Nordeste, que acontecerá no mês de maio, no Estado do Piauí (PI). A iniciativa será realizada de forma gratuita e híbrida, com pontuação para o Programa de Educação Continuada do CFC (PEPC), e tem a finalidade de capacitar os profissionais da contabilidade. Após a edição Nordeste, as demais regiões brasileiras serão anfitriãs do evento. O presidente do Conselho contou que, inclusive, na programação haverá um momento para as discussões e o levantamento de sugestões sobre as novas diretrizes curriculares.

O secretário falou sobre os benefícios das revisões das diretrizes curriculares para os profissionais e para a sociedade. “Eu acho que é importante que as diretrizes curriculares dos cursos sejam periodicamente revisadas e atualizadas para atender à necessidade do mercado de trabalho. Afinal de contas, o que é tratado no ensino superior, o que é proporcionado de ensino, visa capacitar, da melhor forma possível, o então estudante para que ele se torne um profissional que atenda às necessidades do mundo do trabalho e o mundo do trabalho, como nós temos visto, tem mudado a cada dia”, pontuou.

O representante do MEC também lembrou que a covid-19 acelerou muitas transformações que estavam previstas para o futuro, o que torna ainda mais importantes as atualizações curriculares. “A pandemia trouxe mudanças que especialistas previam que ocorreriam a partir de 2030 e a pandemia antecipou várias mudanças em diversas profissões. Portanto, é importante que não só a área de Ciências Contábeis, mas que outras áreas revisem suas diretrizes curriculares e procurem atualizá-las de acordo com as necessidades da indústria, do comércio, das empresas, da sociedade para que o profissional seja cada vez mais atualizado com as tendências e necessidades do mundo do trabalho”, afirmou.

O vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CFC, José Donizete Valentina; o vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do CFC, Joaquim de Alencar Bezerra Filho; e o conselheiro do CFC Elias Caddah também estiveram na reunião apresentando as pautas do Conselho. O coordenador-geral de Planejamento Acadêmico, Pesquisa e Inovação das Instituições Federais de Ensino Superior do MEC, Carlos Eduardo Sanches da Silva também participou do encontro.

Fonte: CFC

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.