Mais de 17.400 micro e pequenas empresas de Goiás foram incluídas este ano no Simples Nacional, o regime simplificado de tributação. Com as novas adesões o número de empresas no Supersimples no Estado chega a 90.230. Entre as que entraram no programa este ano, 5.819 estão instaladas em Goiânia. Em segundo lugar está Aparecida de Goiânia, com 1.104 empresas; em terceiro, Anápolis, com 863; em quarto Luziânia, com 422, seguida por Caldas Novas, com 401 empresas.

O comércio varejista de artigos de vestuário liderou a relação com 656 adesões ao Simples Nacional. As lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares aparecem logo depois, com 593 adesões, seguidas bem de perto pelas confecções de peças de vestuário, exceto roupas íntimas, com 569, e comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos, com 540 novas empresas no regime. Muitas dessas empresas foram enquadradas no Simples nacional com a ampliação do novo teto de faturamento anual das empresas de R$ 3,6 milhões, o mesmo teto nacional adotado, em janeiro, pelo governo estadual. Em 2011 o teto era de R$ 2,4 milhões.

As empresas que têm esse teto de faturamento podem solicitar a adesão ao Simples Nacional, no portal do programa, no site da Receita Federal http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/. A inclusão é feita anualmente em janeiro. As novas empresas podem pedir o enquadramento logo após serem legalizadas. Foram indeferidos este ano 895 termos de adesão de novas empresas ao programa e de mais de duas mil empresas antigas por problema no cadastro estadual ou inscrição de débitos na dívida ativa.

http://www.sefaz.go.gov.br/

Fonte:www.noticiasfiscais.com.br/2012/08/07/mais-de-17-mil-empresas-entraram-no-simples-em-goias/