Em reunião organizada pela Superintendência de Controle e Fiscalização, com a participação dos delegados regionais de fiscalização, ficou decidido que as gerências de Combustíveis e de Arrecadação e Fiscalização da Secretaria de Economia vão atuar juntas em operações de trânsito de combustíveis a partir de agora. A intenção é coibir a sonegação de ICMS. Existem em Goiás cerca de 1.600 postos.

O gerente de Combustíveis, Fernando Ganzer, diz que há irregularidades com a entrega de mercadorias em situação fiscal irregular, sem notas fiscais ou com documentação fiscal inidônea, sendo que algumas das mercadorias se destinam a outros Estados, mas acabam ficando em Goiás. O segmento é importante para a fiscalização por representar cerca de 25% da arrecadação de ICMS.

Fonte: SEFAZ GO

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.